A pergunta que não quer calar: Geziel, qual a sua igreja?

De vez em quando sou parado e indagado por alguém na rua, as vezes por mensagem pelas redes sociais com esta pergunta que escrevi acima: Geziel, qual a sua igreja?

Minha resposta sempre será a mesma: eu sou a igreja e onde eu estiver reunido com pessoas em torno do nome de Jesus, ali somos igreja. Há mais de 5 anos eu “saí” da igreja “denominacional e não tenho nada contra quem participa efetivamente de alguma delas. Porém, compreendi desde muito cedo o que é ser igreja e como ser igreja independente de um “rótulo ou placa”. A cada dia que passa vemos uma “igreja” corrompida e perdida em seus devaneios “adorando” mais a homens do ao Filho do Homem.

A aproximadamente 4 anos atrás, decidi fazer reuniões informais em minha casa com pessoas que tem desejado estar em comunhão sem as prisões que a “religião” evangélica impõe e assim, mesmo sendo poucos, temos experimentado a liberdade de Cristo e vivido de forma simples, mas cheia de amor, compaixão e misericórdia ajudando-nos mutuamente e a outros que não participam efetivamente, mas que sempre me procuram querendo ouvir uma palavra de esperança e de vida.

Cremos em Deus Pai, Deus Filho e no Espírito Santo e a Bíblia é a bússola que nos orienta no proceder para com a vida. Somos seres humanos cheios de falhas, mas que compreendemos que o sacrifício de Jesus foi para nos purificar de todo o pecado e andar com Ele é estar num processo contínuo de santificação, aperfeiçoamento e crescimento espiritual.

Portanto, escrevo estas simples palavras para encorajar a outros que estão frustrados, feridos na alma, pessoas que foram “abusadas espiritualmente” pela “instituição evangélica” a desenvolverem relacionamentos simples, porém sinceros com o evangelho. Há muitos grupos que se reúnem desta forma pelo Brasil e pelo mundo e que tem descoberto que viver sem “pesos e cobranças” em troca de salvação, é viver o evangelho puro e simples que Jesus nos ensinou. Ainda há lugares onde a adoração é pura, onde os corações são sinceros consigo mesmos, com os demais e com Deus, onde a palavra é alimento e vida para a alma e onde Jesus se manifesta sem “exibicionismo”, mas com amor e graça derramado sobre os corações desejosos por Sua presença.

Então, antes de ficar por aí julgando ou falando o que se não conhece, pergunte, conheça, experimente viver nessa simplicidade e em obediência ao Senhor e sua palavra e ande na verdade não apenas da palavra escrita, mas da palavra que nos habita, o Verbo Jesus Cristo!

Que Deus abençoe a todos que sempre acompanham nosso trabalho e que de coração buscam conhecer a Deus e andar na sua presença.

Abri minha casa com o desejo de estar em comunhão e aprender de Jesus e se você compreende o evangelho assim, decida fazer isso também. Convide amigos, familiares e separem um tempo para estar juntos e crescerem em Cristo por sua palavra.

No amor de Jesus para servir,

Geziel Freitas

Anúncios